Pular para o conteúdo principal

Coragem para fazer o Ano Novo do jeito que eu quero...


O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem.


(Guimarães Rosa)

No decorrer da caminhada, encontramos muitas musas e musos inspiradores. Pessoas, como nós, mas que por certas posturas, decisões ou forma de ver a vida nos inspiram e nos despertam o desejo de ser melhor.  Graças a Deus, encontrei e mantenho em minha vida várias musas e musos! 

Algumas pessoas comentam que sou corajosa, por não temer as mudanças, nem ter receio de me jogar na vida. Sim, reconheço este traço, mas sei que nunca tive muito - ou nada - a perder, entonces, abraçar o desconhecido é de certa forma fácil para mim. No entanto, tem uma pessoinha, que é uma grande amiga, irmã escolhida pelo coração, que faz o mesmo com uma destreza e habilidades que invejo. E ela sempre precisou de uma dose extra de ousadia, pois de suas decisões, outras vidas dependiam.

Lembro da coragem da Cris, quando o pai morrreu, devido a um desabafo que me confidenciou. De quando enfrentou e abraçou o desconhecido que surgiu em sua vida na forma de uma menina com nome doce. De quando trocou um emprego estável e bem remunerado, por uma empresa própria e instabilidade, mas que lhe propiciaria tempo com os filhos e qualidade de vida. Da sua coragem ao viver um amor sem futuro possível (quem disse?!). De quando seguiu o coração e foi visitar o amor na Itália, quando tudo era incerto ainda. Lembro de sua coragem ao largar São Paulo e ir recomeçar a vida no interior de Minas. Da coragem de não ouvir os nãos e provar que seu amor era real. De dizer sim para uma vida nova  e inesperada que brotava dentro dela. De separar-se temporariamente do homem que amava, para que pudessem construir um futuro sólido para sua família. De cruzar o oceano, com mala, cuia e filhos, para encontrar seu marido e recomeçar a vida na Itália.


Foto: Maria Alice Amaral

É preciso coragem para mudar. Coragem em dobro quando as mudanças envolvem outros seres amados. Esta coragem, minha amiga tem. E nesta fonte bebo, para construir 2012. 

Agradeço 2011 por todo o aprendizado! Agradeço a Cris por ser umas das minhas fontes de inspiração, meu ombro amigo, mesmo que fisicamente distante (nossa amizade foi construída assim)! A todos que deixaram um tantinho de aprendizado para mim, quando passaram pela minha vida, neste ano! Foi um ano bonito, acima de tudo, porque eu persevero em ter em mim o olhar de ver o aprendizado em cada riso e em cada lágrima triste. Gratidão 2011!

E para 2012,  levo a CORAGEM para fazê-lo do jeitinho que eu quero... do jeito que meu coração sonha.


*Thanks a Marini Lopes, pela citação com o Guimarães Rosa! *-*





2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Memórias natalinas

A Jornada de Renata Quintela ♥

Levando para a semana que começa a energia inspiradora da descoberta rica e preciosa da semana que acabou. ♥
A Jornada de Renata Quintella