Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Presente que ganhei hoje...

A Cris costuma postar em seu blog músicas, poesias, textos que enviam à ela. Recebe-os como presentes. Eu acabei incorporando isso, porque achei lindo o tratamento afetuoso que ela dá ao carinho que recebe, representado nesses textos.
Hoje, sem esperar, ganhei um presente, aliás, dois! E quero compartilhar, porque sigo mesmo a premissa de São Francisco de Assis que “é dando que se recebe”.
O primeiro presente foi um papo virtual com a Maria Fernanda Bolognese que encheu meu coração de afeto. A internet nos permite isso. Temos laços que nos ligam, mas só nos conhecemos por aqui. Evolui um cadinho com essa conversa. Obrigada por isso.
Outro presente foi um novo olhar, ou melhor, uma tradução para meu jeito de sentir a letra da linda música do Lenine - mais um desses poetas de alma. Gratidão por isso também.
Que possamos atrair sempre o que nós interessa, essas energias afins que dão mais graça e beleza a vida.
É o Que Me Interessa - Lenine
Daqui desse momento Do meu olhar pra fora O mundo é só…

Não tenho modos...

Imagem
Não tenho modos... não sei ir devagar, ser generosa aos poucos, amiga aos poucos, amante aos poucos... Para mim, coração combina mais com intensidade que com moderação.

Vou de cabeça, ou melhor, de coração. E de coração aberto, ávido por novas sensações, novos horizontes, novas emoções.

Impetuosidade. Fruto da “madurecência”. Às mais jovens, um recado: o melhor vem mesmo com a idade. Vejo amigas com medo de chegar aos trinta... que tristeza... é o começo da melhor parte da vida! Não é “blá blá blá” de quem “balzaquianou” (?!) e não pode ter o tempo que passou de volta. Pelo contrário, queremos o tempo presente e o que está por vir. Do passado, trazemos as experiências vividas, as lições aprendidas – e certa dose de clichê, também! rs...

Ah... Tenho sim uma visão romântica da vida! Acredito sim que podemos transformar o mundo, mesmo que aos pouquinhos. Começando por nós mesmos. Mudando, dando atenção ao nosso microcosmos. Há tanto dentro de nós para ser DESCOBERTO, melhorado, APRIMORADO.

Terceira posição...

Imagem
Amo a PALAVRA, porém a DANÇA é uma linguagem mais universal. Fala direto aos corações e almas humanas.Eu já contei de quando era criança e afastava os móveis da sala para dançar, ao som de músicas clássicas, do que rolava no programa Clip Trip (esse é velho, hem? quem lembra?!) e de alguns LP’s que tínhamos em casa? Já falei também que ficava parada, no ponto de ônibus, com os pés em terceira posição, esperando o ônibus, quando eu nem sequer sabia o que era essa tal de terceira posição?! Tudo imitação da arte, dos movimentos, das posturas das bailarinas e dançarinas que eu via na TV.Foi muito mais tarde que fui agregar ao meu vocabulário essa linguagem mais rebuscada, vindo no francês e que fui descobrir que aqueles movimentos dos bailarinos tinham nome e que eles – os bailarinos - não eram apenas guiados pela música, pela intuição, pelo coração... ou não! Melhor dizendo, o coração, o amor pela dança guia os bailarinos, para que eles executem da forma mais sensível possível aqueles mo…

Páscoa

E aí está a Páscoa novamente batendo em nossas portas, em nossas vidas. Essa celebração que significa mudança é muito mais que a troca de ovos de chocolate – ritual que por sinal adoro! Mas, o que eu amo é mesmo o rito da Páscoa: passagem, MUDANÇA.
Nem todo ser humano percebe o quanto somos seres em mutação, em evolução. Aliás, me surpreendo como são poucas as pessoas que têm essa percepção. De forma geral, os indivíduos têm medo de mudanças, do diferente, de saírem de suas zonas de conforto.
Mudar não é abandonar o que é bom, o que amamos, o que nos é caro. Mudar é abrir-se para a vida. É entregar-se a todas as possibilidades de ser feliz, de maneiras diversas.
Não lembro há quanto tempo eu me permiti deixar ser levada pelas propostas que a vida me faz. Muitas dessas mudanças sou eu quem procuro, mas também me entrego as que a vida me propõe. Há quem ache isso ser volúvel. Eu não. Minha essência, quem eu sou, não muda. Meu EU cresce, evolui, agregando tudo o que vou vivendo, experimen…