Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Numa manhã de despertar

Imagem
O sol encontra uma fresta, invade o quarto, faz poesia com o guarda-roupa e (me) chama para viver.

Amanhecendo

Imagem
O sol encontra uma fresta, invade o quarto, faz poesia com o guarda-roupa e (me) chama para viver. ♥

Prato principal: poesia

Vila Madalena. Hora do almoço. Misto de mercado e restaurante de comida vegetariana e vegana. Comida delicinha. Ambiente charmoso. Companhias bacanas. E, na mesa - seria parte da refeição? -, uma poesia. 

"Se eu pudesse trincar a terra toda  E sentir-lhe um paladar,  Seria mais feliz um momento...  Mas eu nem sempre quero ser feliz.  É preciso ser de vez em quando infeliz  Para se poder ser natural... 
Nem tudo é dias de sol,  E a chuva, quando falta muito, pede-se.  Por isso tomo a infelicidade com a felicidade  Naturalmente, como quem não estranha  Que haja montanhas e planícies  E que haja rochedos e erva... 
O que é preciso é ser-se natural e calmo  Na felicidade ou na infelicidade,  Sentir como quem olha,  Pensar como quem anda,  E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,  E que o poente é belo e é bela a noite que fica...  Assim é e assim seja..."
{ Alberto Caeiro }

Inscrição para a lareira

Imagem
"Cantemos a canção da vida, na própria luz consumida..."
Mario Quintana

Com qual intensidade escolhemos viver?

Imagem
Com qual intensidade escolhemos viver?
{ A ciranda das mulheres sábias | Clarissa Pinkola Estés }

Músicas da minha alma

Das músicas que mais amo - nesta e em outras vidas ♥

♪♫♪
Acorda, vem ver a lua Que dorme na noite escura Que fulge tão bela e branca Derramando doçura Clara chama silente Ardendo meu sonhar
As asas da noite que surgem E correm no espaço profundo Oh, doce amada, desperta Vem dar teu calor ao luar
Quisera saber-te minha Na hora serena e calma A sombra confia ao vento O limite da espera Quando dentro da noite Reclama o teu amor
Acorda, vem olhar a lua Que brilha na noite escura Querida, és linda e meiga Sentir meu amor e sonhar
Melodia Sentimental | Heitor Villa-Lobos
♪♫♪

Você será seu milagre

Imagem
Que assim seja! Sempre! ♥ 
{ A ciranda das mulheres sábias, Clarissa Pinkola Estés }


Meu aprendimento

Imagem
O filósofo Kierkegaard me ensinou que cultura é o caminho que o homem percorre para se conhecer. Sócrates fez o seu caminho de cultura e ao fim falou que só sabia que não sabia de nada. Não tinha as certezas científicas. Mas que aprendera coisas di-menor com a natureza. Aprendeu que as folhas das árvores servem para nos ensinar a cair sem alardes. Disse que fosse ele caracol vegetado sobre pedras, ele iria gostar. Iria certamente aprender o idioma que as rãs falam com as águas e ia conversar com as rãs. E gostasse mais de ensinar que a exuberância maior está nos insetos do que nas paisagens. Seu rosto tinha um lado de ave. Por isso ele podia conhecer todos os pássaros do mundo pelo coração de seus cantos.  Estudara nos livros demais. Porém aprendia melhor no ver, no ouvir, no pegar, no provar e no cheirar. Chegou por vezes de alcançar o sotaque das origens. Se admirava de como um grilo sozinho, um só pequeno grilo, podia desmontar os silêncios de uma noite! Eu vivi antigamente com Só…