Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

Se eu quiser falar com Deus...

“Se eu quiser falar com Deus, tenho que ficar a sós... tenho que apagar a luz... tenho que calar a voz... tenho que encontrar a paz...”
- Gilberto Gil
Quando meus pés caminham chutando a água do mar... Quando piso na areia da praia ou na grama fresca... quando a onda bate forte em minhas costas... quando mergulho em uma cachoeira de águas frias... quando olho a lua grandiosa lá no céu... quando um raio corta o céu e a chuva cai forte... quando a ventania ameaça levar tudo em volta... quando observo as montanhas e me sinto pequena... quando assisto ao pôr-do-sol... quando abraço uma árvore que está desde sempre aqui... quando nado feito criança ao lado de uma tartaruga... ... é nessas horas que VEJO, SOU, ESTOU, SINTO DEUS...






Meus bandos...

"Que eu saiba as minhas asas, ainda que com medo. Que, ainda que com medo, eu avance. Que eu não me encabule jamais por sentir ternura. Que eu me enamore com a pureza das almas que vivem cada encontro com os tons mais contentes da sua caixa de lápis de cor. Que o Deus que brinca em mim convide para brincar o Deus que mora nas pessoas. Que eu tenha delicadeza para acolher aqueles que entrarem na roda e sabedoria para abençoar aqueles que dela se retirarem." 
Ana Jácomo

Sem mandamentos...

Ontem, fui dormir embalada pela música de Oswaldo Montenegro. Música é presença constante em minha vida. Para relaxar, dançar, cantar no chuveiro, meditar - embora ainda ache melhor a meditação silenciosa -, viajar, celebrar... Ontem, eu ouvi o Oswaldo para descansar esse corpinho que tem trabalhado muito nessas últimas semanas... rs... O espírito está bem descansado e renovado; a música ontem serviu para elevá-lo. =)
 Já vi alguns bons shows, mas o do Oswaldo - creio que já disse isso um milhão de vezes - me fez rir e chorar numa mesma noite. Foi o show mais emocionante que já assisti. E quem diz isso é uma fã de carteirinha de Marisa Monte, que já assistiu a quase todos os seus shows. Mas, nem Marisa, que amo, me causou tanto encantamento. A lembrança mais linda que trago do show do Menestrel Oswaldo é de Madalena Sales, sua grande companheira artística - andando pelas escadarias do auditório do Memorial da América Latina, em meio ao público, tocando e nos enfeitiçando com sua flauta…