Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Expiação significa evoluir...

É preciso enxergar sem preconceitos a palavra EXPIAÇÃO. Expiação não é dor, sofrimento, lágrimas derramadas. A expiação é fonte de aprendizado, de evolução. É certo que não somos seres feitos para sofrer, contudo, se escolhemos crescer por meio desse recurso – sim, a escolha é nossa – que possamos abrir os olhos e o coração ao conhecimento que os momentos de expiação permitem nos ensinar. Porque no fundo, no fundo, tudo é PERMISSÃO: à dor e à felicidade.

Retrospectiva 2010: Gratidão, honra e respeito pela caminhada...

Imagem
“Nada que seja totalmente desejado é difícil. Só tu és capaz de te privar do que quer que seja. Não te oponhas a este reconhecimento, pois isso é verdadeiramente o princípio da aurora da Luz." (de Um Curso em Milagres)
A cada final de ano tenho um ritual. Escrever minha retrospectiva sobre o ano que está terminando. Seja no diário de papel ou aqui, no Princesa Greide, gosto de fazer uma reflexão sobre o que vivi e é um exercício que faz internalizar tudo o que eu fiz por mim, de bom e de ruim.
Escolhi o fragmento acima para iniciar este post porque estou nesta vibração. Mal está terminando 2010 e o coração está cheio de planos e sonhos para 2011. E é com essa energia que tenho certeza de que alcançarei cada meta, cada objetivo que meu espírito deseja realizar.
Falando de 2010, este ano de vida nova. Vários sonhos se concretizaram. Sonhos que estavam esquecidos lá na alma da minha infância ou do meu espírito adolescente. Faltam outros tantos, mas me sinto contente pelo que conseguir r…
Imagem
Semana de muito pensar, mas, sobretudo, de muito SENTIR. Semana de entender, de SER, de EVOLUIR. Semana de chorar, de rir, de se EMOCIONAR. Orgulho, com um sorriso ENORME no rosto, da minha caminhada. Reconhecimento de uma CORAGEM que está aqui, mas que muitas vezes desconheço. CERTEZA de que sou AMPARADA, AMADA, COMPREENDIDA. Das minhas singularidades, ACEITAÇÃO. E às oportunidades de APRENDIZADO, minha GRATIDÃO. 

Antes de voar...

FERNÃO CAPELO GAIVOTA Interpretação Pessoal (Gleide Morais dos Santos)
Somos parte de algo maior, de algo DIVINO, sendo assim, seres sagrados e divinos também, mantendo cada qual sua individualidade.  Enquanto não conseguimos enxergar nosso estado verdadeiro, nos encontramos como pedras brutas a serem talhadas neste plano. Devemos quebrar os paradigmas que nos limitam – muitos dos quais criados por nós mesmos – em busca da evolução.
Ao optar pelo caminho da evolução, principalmente em um meio tão centrado no TER, começamos a percorrer um caminho solitário. Para o bando de Fernão, a vida se resume a voar para se alimentar. O bando da nossa civilização – pelo menos a ocidental – preocupa-se em trabalhar e estudar para obter e conquistar bens materiais. Não que isso seja algo totalmente negativo. Afinal, partir em busca de evolução pessoal e espiritual parece utópico e fantasioso. Como alimentar o espírito se há contas a pagar, bens a adquirir? Verdade que muitos focam a vida no TER por medo…