Intensa

Assusto. Sou intensa. As emoções me tomam de uma forma incontrolável. Tenho que as por para fora. Parí-las. Já me descrevi assim. Não há nenhuma novidade nisso.

Me pergunto: tenho que mudar? Isso não é quem eu sou? Não é parte de mim? Não é parte integrante do meu caráter? Essas características não são o que me definem como Gleide?

Sei que sou uma menina procurando respostas. A mulher? Está lá fora. Aqui dentro, há só uma menina com muitos questionamentos e uma vontade enorme de vida, de amor e de um final feliz...
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Meu aprendimento

Para Bertoli...